Objetiva apoiar e fortalecer a criança, a família e os serviços envolvidos, prevenindo e minimizando os déficits secundários. Cada criança tem o seu profissional de referência ou facilitador visando uma vinculação e consequentemente, melhor resposta a proposta oferecida. O programa atende crianças na faixa etária de 0 a 3 anos e 11 meses.

INTERVENÇÃO PRECOCE

CAIS
INTERVENÇÃO PRECOCE

Sua Doação faz a diferença

COLABORE

Proporcionar o desenvolvimento dos aspectos cognitivos, psicomotor e inclusão escolar de forma lúdica e prazerosa, apoiando a família nesta etapa de escolarização. O programa atende crianças na faixa etária de 4 a 5 anos e 11 meses.

EDUCAÇÃO INFANTIL

CAIS
EDUCAÇÃO INFANTIL

Contribuir para o desenvolvimento dos aspectos pedagógicos, trabalhando em parceria com as escolas. O programa atende crianças e adolescentes na faixa etária de 6 a 13 anos e 11 meses.

ACADÊMICO

CAIS
ACADÊMICO

Ampliar as habilidades de socialização; investir na possibilidade de inserção no mercado de trabalho para aqueles que tiverem condições. O programa atende adolescentes e jovens na faixa etária dos 14 aos 20 anos.

ACADÊMICO FUNCIONAL

CAIS
ACADÊMICO FUNCIONAL

O Programa inclui as pessoas adultas e idosas, visando valorizar suas capacidades, estimular a continuidade das atividades do cotidiano, bem como ampliar suas vivências. A proposta também objetiva a troca de experiências entre seus pares.

INTEGRANDO VIVÊNCIAS

CAIS
INTEGRANDO VIVÊNCIAS

Projetos e Programas

Expandir as fronteiras entre o espaço institucional e o mundo externo, visando contribuir com uma aprendizagem mais estimulante e enriquecedora, além de estreitar os laços com a comunidade.

VIVÊNCIAS EXTERNAS

CAIS
VIVÊNCIAS EXTERNAS

Proporcionar o contato com as plantas, mostrando a origem dos alimentos e suas propriedades, tais como os aromas, cores e texturas, por meio de uma vivência concreta e prazerosa. O programa contempla todas as faixas etárias.

NOSSA HORTA

CAIS
NOSSA HORTA
ORIENTAÇÃO FAMILIAR

ORIENTAÇÃO FAMILIAR

CAIS

Oferecer subsídios para que a família tenha condições de dar continuidade na proposta de estimulação global no contexto domiciliar, incentivando a inclusão escolar e social, ampliando as vivências no seu território; orientando em relação aos direitos e deveres da pessoa com deficiência e da família.